Links de Acesso

MPLA suspende acções de candidatura do secretário provincial do Cuando Cubango


Júlio Bessa, governador da província do Cuando Cubango, Angola

Grupo de acompanhamento da eleição na quela província entendeu conveniente não reconduzir Júlio Bessa, cujo Governo é alvo de um inquérito na PGR

O secretariado do Bureau Político do MPLA suspendeu todas as movimentações políticas que visavam a recondução do actual governador do Cuando Cubango, Júlio Bessa, ao cargo de primeiro secretário do partido naquela província, soube a VOA junto de fonte do partido no poder em Angola.

MPLA suspende candidatura de Júlio Bessa – 1:43
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:43 0:00



A fonte, que falou na condição de não ser identificada, precisou que a decisão de suspender a candidatura do primeiro secretário provincial resultou de uma recomendação do grupo de acompanhamento do partido àquela província “que entendeu conveniente não reconduzir Júlio Bessa”.

Com base nessa decisão, o próprio primeiro secretário e governador provincial orientou na quarta-feira, 3, os comités municipais que procedam à “suspensão de todas as actividades preparatórias que visavam a realização da XIII conferência provincial ordinária, nos dias 6 e 7, incluindo a campanha em torno da candidatura ao cargo de primeiro secretário do partido”.

Na circular a que VOA teve acesso, o homem forte do partido no poder no Cuando Cubango não revela os motivos da suspensão, mas pede “melhor compreensão de todos, aguardando deste modo por orientações do Bureau Político tão logo que possível”.

Trata-se da primeira candidatura única a ser suspensa no país no âmbito da preparação do VIII congresso do MPLA, previsto para Dezembro.

De referir que a Procuradoria-geral da República Procuradoria da República (PGR) no Cuando Cubango, anunciou, em Setembro último, ter aberto um inquérito para apurar a autenticidade de uma dívida avaliada em 627 milhões de dólares a favor de uma empresa até então “desconhecida” na província.

Em causa esteve uma denúncia feita pelo jornalista William Tonet sobre a validação daquele valor pelo Governo provincial do Cuando Cubango sem que a empresa denominada Angoskimas Lda., fizesse prova da sua legalidade.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG