Links de Acesso

MPLA e UNITA fazem leituras diferentes sobre o empréstimo do FMI a Angola


Sede do FMI em Washington

O Fundo Monetário Internacional (FMI) decidiu atender a solicitação do Governo de Angola, ao aumentar o valor do empréstimo e disponiblizar de imediato mil milhões de dólares que, segundo Luanda, vai ajudar ao país a poupar até 2023 cerca de seis mil milhões de dólares.

Enquanto o deputado do MPLA, no poder, Vicente Pinto de Andrade, diz que a decisão do FMI mostra que “Angola está no bom caminho na aplicação dos recursos”, a deputados da UNITA, na oposição, Albertina Navemba Ngolo, adverte que “não há almoços gratis”.

Por seu lado, o especialista em gestão de políticas públicas David Kissadila diz ter dúvidas se o Executivo conseguirá “cumprir até ao fim o que o Fundo Monetário Internacional vai exigir”.

Acompanhe a reportagem:

MPLA e UNITA com leituras diferentes sobre o empréstimo do FMI a Angola -2:19
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:39 0:00


Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG