Links de Acesso

Morreu Raúl Danda, deputado e "primeiro-ministro sombra" da UNITA


Raúl Danda

Ele foi vítima de um  ataque cardiovascular hemorrágico

Morreu nesta manhã, 8, em Luanda Raúl Danda, deputado e primeiro-ministro sombra da Unita, o maior partido da oposição em Angola.

A vice-presidente do grupo parlamentar da Unita, Mihaela Webba, confirmou à VOA que Danda sofreu um ataque cardiovascular hemorrágico, quadro agravado por ser hipertenso e sofrer de diabetes.

Levado de urgência à clínica da Endiama, em Talatona, ele não resistiu, ainda segundo a deputada que foi uma das primeiras a reagir à morte na sua página de Facebook, ao escrever: "Descansa em paz Grande filho de Cabinda".

Num tweet, Nelito Ekuikui, deputado da Unita, e secretário provincial do partido em Luanda, partilhou a última conversa com Danda: "A nossa última conversa: mais velho como está ? Ekuikui, não estou nada bem, mas só vou morrer depois das eleições de 2022".

Raúl Manuel Danda nasceu a 13 de Novembro 1957 em Cabinda.

Licenciou-se em Gestão de Empresas e Ciências Económicas pela Universidade Lusíada de Angola e foi jornalista de 1985 a 2006, primeiro na Vorgan (Voz da Resistência do Galo Negro, emissora da Unita) e depois na Rádio Nacional de Angola.

Em 2008 foi eleito deputado pela Unita, sendo reeleito em 2012 e 2017.

No Parlamento, foi presidente do grupo parlamentar do partido e também vice-presidente da Unita durante o último mandato de Isaías Samakuva

No congresso do partido de 2019 concorreu à liderança da Unita, na disputa ganha por Adalberto Costa Júnior.

Raúl Danda foi também activista e tradutor.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG