Links de Acesso

Morreu Hissene Habré, ex-presidente do Chade


Hissene Habre (arquivo)

Faleceu o antigo presidente chadiano Hissene Habré, que cumpria prisão perpétua no Senegal por crimes de guerra e crimes contra a humanidade, disse o Ministro da Justiça senegalês Malick Sall na terça-feira. Tinha 79 anos. O consulado chadiano disse que ele tinha morrido de Covid-19.

Habré, que governou o Chade de 1982 a 1990, foi condenado por crimes de guerra e crimes contra a humanidade num julgamento em 2016.

Tomou o poder no Chade em 1982, mas fugiu para o Senegal em 1990, depois de ter sido derrubado por sua vez.

O domínio de Habré foi marcado por brutal repressão da dissidência, incluindo alegadas torturas e execuções de opositores.

Estima-se que cerca de 40.000 pessoas tenham sido mortas sob a sua liderança do país semidesértico.

Mas o antigo ditador - que foi apelidado de "Pinochet de África" - foi finalmente preso em 2013 e julgado por um tribunal especial criado pela UA ao abrigo de um acordo com o Senegal.

No ano passado, um juíz senegalês concedeu-lhe uma licença de dois meses destinada a protegê-lo do coronavírus.

Grupos representantes das vítimas de Habré reconheceram o seu direito a ser tratado humanamente, mas resistiram ferozmente a um tratamento preferencial para o antigo ditador.

(AFP)

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG