Links de Acesso

Moçambique Eleições: Perfil de Daviz Simango


Candidato presidencial do MDM

Daviz Simango, que concorre pela terceira vez à Presidência da República, reivindicando uma candidatura aglutinadora e prometendo um Moçambique para Todos, nasceu a 7 de Fevereiro de 1964, na Tanzânia, no tempo da luta armada de libertação levada a cabo pela Frelimo, de que seu pai, Urias Simango, foi primeiro vice-presidente.

Daviz Mbepo Simango, de seu nome completo, é licenciado em Engenharia Civil pela Universidade Eduardo Mondlane.

É considerado por algumas correntes de opinião um político brilhante, que em 2009, fundou o Movimento Democrático de Moçambique (MDM), partido, que com poucos meses de existência, conseguiu eleger oito deputados à Assembleia da República.

Simango encara a política como uma missão, tendo, em 1997 se juntado à Renamo, partido com o qual se tornou presidente do Conselho Municipal da cidade da Beira, em 2003.

Na sequência de desentendimentos com a liderança da Renamo, Simango decidiu criar o MDM, partido que acabou com a bipolarização parlamentar em Moçambique e que tem estado a lutar pela transparência e forte redução dos poderes do Presidente da República, ao mesmo tempo que tenta consolidar-se como alternativa aos dois rivais históricos, a Frelimo e a Renamo.

Simango, ex-membro do extinto Partido de Convenção Nacional (PCN) e da Renamo, foi premiado pela revista Professional Management Review-Africa, como o melhor edil de todos os municípios moçambicanos, nos anos de 2006, 2008 e 2009.

Daviz Simango é, até aqui, o único candidato independente a conseguir ser eleito para a gestão municipal na história da democracia multipartidária moçambicana, com a particularidade de que para o segundo mandato conseguiu mais de 61 por cento dos votos.

Os dois marcos políticos fundamentais deste engenheiro civil são pela primeira vitória de um candidato independente em eleições municipais e a criação do MDM, uma formação política com inserção a nível nacional.

Mas será a forma como Daviz Simango está a gerir a cidade da Beira o aspecto mais positivo na carreira deste candidato presidencial do MDM, tal como sublinha Francisco Matsinhe, que acompanha atentamente o percurso deste engenheiro civil.

Para além da política, o ADN de Daviz Simango inclui também profundas convicções religiosas, sendo tavez por isso, que anda sempre com Bíblia na sua pasta e lê quando tem tempo.

Casou-se com a filha de um pastor. Seu pai e sua mãe, Celina Muchanga, foram destacados dirigentes da Frelimo e da Igreja de Cristo Unida. Há relatos de que ambos terão sido executados em campos de reeducação, instituidos no tempo da revolução em Moçambique, sob acusação de traição.

Entetanto, o aspecto negativo na carreira de Daviz Simango será a forma como liderou o partido nos anos subsequentes da sua criação, o que fez com o MDM perdesse alguns dos seus melhores quadros, entre os quais Manuel de Araújo e Venâncio Mondlane, que se filiaram à Renamo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG