Links de Acesso

Missionários e respectivas famílias raptados no Haiti


Embaixada dos Estados Unidos no Haiti

Pelo menos 17 missionários americanos, com as suas famílias, incluindo crianças, foram sequestrados no sábado, 16, por membros de uma gangue na capital do Haiti, Port-au-Prínce.

O jornal The New York Times, citando autoridades de segurança do país, revelou que o sequestro aconteceu quando os missionários deixavam um orfanato num autocarro que se dirigia ao aeroporto onde alguns membros do grupo iriam apanhar um avião para outra região do país.

"Estamos a investigar" o sucedido disse por email Jennifer Viau, porta-voz do Departamento de Estado americano em Washington.

Um porta-voz da polícia haitiana disse que a corporação estava a investigar o sequestro, mas não deu detalhes sobre os missionários ou a igreja a que pertencem.

O aumento na violência de gangues no Haiti, principalmente na capital, nos últimos tempos, obrigou milhares de pessoas a deixarem as suas casas e prejudicou a actividade económica no país mais pobre das Américas.

A violência atingiu níveis exponenciais após o assassinato, em Julho, do Presidente Jovenel Moise e do terramoto de Agosto que matou mais de duas mil pessoas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG