Links de Acesso

Missão militar da SADC credenciada para iniciar operações em Moçambique 


Verónica Macamo e Moho Molomo, Maputo, Moçambique

Confirmada a participação de militares do Malawi

O governo moçambicano concedeu hoje, 22, as credenciais necessárias para o início das operações militares da SADC, que vão apoiar no combate ao terrorismo em Cabo Delgado.

Missão militar da SADC credenciada para iniciar operações em Moçambique
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:03 0:00

A medida foi oficializada pela ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Verónica Macamo, num encontro com o representante Especial da Missão da Força de Estado de Alerta, Moho Molomo.

A chefe da diplomacia moçambicana disse, na ocasião que “o governo vai fazer de tudo para garantir o sucesso da missão, nomeadamente, a erradicação do terrorismo na região”.

Malawi vai mandar tropas

Por seu turno, Moho Molomo descreveu a credenciação hoje recebida, como um passo fundamental para a missão militar, cujos elementos começaram a chegar.

Entretanto, o ministério da Defesa Nacional, através do seu porta-voz, Coronel Omar Saranga, desmentiu que o contingente da SADC, que, em princípio será composto por três mil homens, já esteja em Moçambique.

Saranga disse que iniciou a chegada de militares regionais que serão comandados pelo General sul-africano Xolani Makayi.

Outro dado avançado é que o Malawi também vai enviar tropas para integrar a missão regional, contrariando, deste modo, o que chegou a ser veiculado, que apontava para o afastamento do exército de Lilóngwè.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG