Links de Acesso

Missão militar da SADC arranca nesta segunda-feira em Moçambique


Mocímboa da Praia, Cabo Delgado, Moçambique

Governo confirma recuperação da vila de Mocímbia da Praia

O Governo de Moçambique confirmou a retomada da vila de Mocímboa da Praia, na província de Cabo Delgado, que estava nas mãos dos insurgentes há mais de dois anos, depois do porta-voz do contingente do Ruanda que se encontra no terreno ter anunciado a conquista numa rede social.

O anúncio e a confirmação foi feitos neste domingo, 8, um dia antes dos Presidentes de Moçambique e do Botswana anunciarem, oficialmente, o início da missão da Força em Estado de Alerta da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Na tarde deste domingo, o porta-voz do Ministério da Defesa de Moçambique, disse em conferência que imprensa em Maputo que "as forças conjuntas de Moçambique e Ruanda controlam a vila de Mocímboa da Praia, desde as 11:00 de 8 de agosto de 2021" e que, neste momento, as operações continuam “com o objectivo de consolidar o controlo sobre as zonas que prevalecem críticas, nomeadamente, alguns bairros periféricos e a zona onde se localiza a estação de tratamento de água".

Omar Saranga acrescentou que foi recuperado o controlo de infraestruturas públicas e privadas, incluindo a sede do governo distrital, o porto, aeroporto, hospital, mercados e estabelecimentos de restauração.

Antes, o porta-voz do contingente do Ruanda, que desde o mês passado está em Cabo Delgado a ajudar as Forças de Defesa e Segurança de Moçambique no combate aos insurgentes, Ronald Rwivanga, disse num tweet que “a cidade portuária de Mocímboa da Praia, um grande reduto da insurgência por mais de dois anos, foi capturada pelas forças de segurança do Ruanda e Moçambique".

Entretanto, amanhã, Filipe Nyusi, e o seu homólogo do Botsuana, Mokgoetse Masisi, lançam, oficialmente, a missão da Força em Estado de Alerta da SADC.

"O acto irá constituir o ponto mais alto da materialização das decisões da Cimeira Extraordinária da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral realizada em Maputo, a 23 de Hunho de 2021, e assinala a plena prontidão para o desdobramento no Teatro Operacional Norte, no sentido de apoiar a República de Moçambique no combate ao terrorismo e extremismo violento que assolam alguns distritos da província de Cabo Delgado, com impacto no país e na região", lê-se na nota da Presidência moçambicana.

A força é integrada por tropas da África do Sul, Botswana, Angola, Lesotho e Tanzânia, nas especialidades de forças terrestres, navais, aéreas, informações, logística, entre outros.

Não há informações sobre o número de homens e o tipo de equipamentos, bem como a localização da força.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG