Links de Acesso

Minneapolis: Tensão continua após a morte de um africano-americano sob custódia policial


Minneapolis, chamas numa esquadra.

O presidente camarário de Minneapolis disse hoje que a cidade está com "muita dor e raiva", mas que são inaceitáveis as pilhagens e incêndios em edifícios como forma de protesto pela morte de um homem africano-americano sob custódia policial.

Jorge Frey disse que decidiu deixar arder uma esquadra policial, depois de receber relatos de que os manifestantes estavam ta tentar invadir as instalações. E ao final de ontem, os manifestantes incendiaram a esquadra juntamente com vários prédios próximos.

Manchetes mundo 27 maio: Manifestação em Minneapolis depois de um homem negro ter morrido às mãos da polícia
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:00 0:00

Os manifestantes estão enfurecidos com a morte de George Floyd, na noite de segunda-feira, depois de um polícia branco ter pressionado o seu pescoço com o joelho.

Frey declarou estado de emergência na tensa cidade após a morte de Floyd. Quinhentos soldados da Guarda Nacional foram ativados a pedido do governador de Minnesota. Várias lojas em Minneapolis e na cidade gêmea de St. Paul foram incendiadas na noite de quinta-feira.

A polícia de Minneapolis diz que Floyd se parecia com um suspeito procurado por supostamente tentar usar uma nota falsificada de 20 dólares numa loja . A polícia diz que ele resistiu à prisão.

Testemunhas registaram as imagens com um telefone celular enquanto os policias detinham Floyd. Um deles manteve Floyd no chão e colocou-lhe um joelho no pescoço. Floyd acabaria por morrer.

O vídeo se espalhou amplamente na internet e redes sociais.

O Departamento de Polícia de Minneapolis demitiu os quatro policias envolvidos na prisão de Floyd. A investigação está a ser conduzida pelo FBI, a polícia de Minneapolis e o advogado do condado .

O Departamento de Justiça diz que a investigação é uma prioridade.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG