Links de Acesso

Ministério Público são-tomense manda libertar antigo ministro das Finanças e arquiva o processo


Américo Ramos estava detido desde Abril acusado de corrupção

O Ministério Público (MP) de São Tomé e Príncipe mandou arquivar o processo que envolve o antigo ministro das Finanças e ordenou a libertação imediata de Américo Ramos.

O MP considera que o arguido não cometeu os crimes em que foi acusado pela Polícia Judiciária.

O juiz de instrução criminal do tribunal da primeira instancia, Francisco Silva, já foi notificado da decisão.

Ex-ministro das Finanças de São Tomé e Príncipe libertado
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:27 0:00

Américo Ramos está em prisão preventiva desde o dia 4 de Abril, acusado pela Polícia Judiciária de prática de vários crimes de natureza económica no quadro de dois empréstimos financeiros no valor total de 47 milhões de dólares, assinados em nome do Estado são-tomense.

Concluída a investigação do caso, após a denuncia do actual governo liderado por Jorge Bom Jesus, o MP concluiu que os processos dos empréstimos financeiros a uma empresa chinesa e ao Fundo de Koweit obedeceram a lei e que não há indícios de prática de crimes, nem da parte do ex-ministro das Finanças nem do antigo primeiro-ministro Patrice Trovoada.

Em reacção, a advogada do ex-ministro, Celisa de Deus Lima, exige que o seu constituinte seja posto em liberdade ainda hoje e reafirma que a prisão de Américo Ramos baseou-se numa montagem política do actual Governo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG