Links de Acesso

Ministério do Interior lança "caça" a agentes e oficiais envolvidos em má conduta


António José Bernardo diz que certas práticas são inaceitáveis

O delegado do Ministério do Interior na província angolana de Malanje revelou que alguns crimes registados no país contam com o envolvimento de membros da sua estrutura, “o que descredibiliza o papel da instituição”.

O comissário António José Bernardo disse estar na forja uma estratégia para saber como foram incorporados os seus efectivos, de forma a identificar a respectiva conduta.

“Quer pelo gabinete de assessoria jurídica, quer por via do Serviço de Investigação Criminal nós vamos procurar perceber qual é a origem e quem meteu (um determinado) elemento na corporação”, revelou Bernardo, alertando que “enquanto membro dos Ministério do Interior não podem embriagar-se, não devem andar pelas ruas mal ataviados, sentar em bares e beber até cair fardados, ser o promotor da discórdia nos bairros, ser um ponto de ameaça para a população”.

O delegado do Ministério do Interior e comandante da Policia Nacional não revelou números de agentes implicados em acções delituosas, mas garantiu que vão ser identificados.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG