Links de Acesso

Militares moçambicanos acusados de corrupção


Ministério Público diz que desviaram cerca de 63 mil dólares

A Procuradoria-Geral da República (PGR) de Moçambique acusou formalmente 10 militares por corrupção, alegando terem lesado o Estado em mais de quatro milhões de meticais, cerca de 63 mil dólares.

Os acusados ocupam funções de direcção no Instituto Superior de Defesa Tenente General Armando Guebuza (ISED) e atribuíram indevidamente bolsas de estudo e passagens aéreas, para dentro e fora do país, a familiares, revela o jornal estatal Notícia.

Os militares são também acusados de se terem apoderado de carros da instituiçao.

Desconhece-se a data do início do julgamento que os militares aguardam em liberdade.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG