Links de Acesso

Militantes da UNITA marcham neste fim-de-semana em várias cidades contra anulação do congresso


Protesto em Luanda contra reforma eleitoral, 11 de Setembro 2021

Comissão Política reúne-se no dia 20 para marcar data do congresso

Os militantes da UNITA prepararam uma marcha no sábado, 16, na província do Uíge, contra a decisão do Tribunal Constitucional (TC) que anulou o XIII congresso de 2019 que elegeu Adalberto da Costa Júnior presidente do partido.

Em Luanda e outras cidades aguardam-se protestos semelhantes, dias antes da Comissão Política, que se reúne no dia 20, marcar a data para a realização do XIII congresso do partido.

O secretário provincial e deputado da UNITA no Uíge, Félix Simão Lucas disse que todas as condições estão criadas para a realização da marcha de apoio a Costa Júnior.

“Vamos sair às ruas para nos solidarizarmos com este líder, esperando para que o congresso seja realizado para que decisões sejam tomadas em prol do engenheiro Adalberto Costa Júnior”, sublinhou.

A marcha terá como ponto de concentração e partida às 10 horas.

"Mobilização" na Huila

Entretanto, na província da Huíla, o principal partido da oposição diz fechar trincheiras depois da decisão do TC.

Sede da UNITA no Lubango, Huíla, Angola
Sede da UNITA no Lubango, Huíla, Angola

O secretário provincial da UNITA afirmou que foi intensificado o trabalho de mobilização junto dos militantes para se manterem calmos.

“Estamos serenos temos essa garantia e estamos a trabalhar neste sentido porque nós, da UNITA, interessa-nos ter um clima de paz”, disse Augusto Samuel.

A data do próximo congresso da UNITA deverá ser conhecida no final da reunião da Comissão Política do partido agendada para o próximo dia 20.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG