Links de Acesso

Milhares de crianças fora do sistema de ensino no Uíge


Cerca de 25 mil alunos não têm salas de aulas

Na província angolana do Uíge, mais de 25 mil crianças estudam ao ar livre por falta de salas de aulas, revelou o director municipal interino da Educação na cidade capital.

Matias Augusto alertou, também, para a escassez de professores, facto que levou a que mais de nove mil crianças tenham ficado fora do ano lectivo de 2019, e criticou os pais e encarregados por não pressionarem o Governo par a construção de salas de aulas.

“Aqui dentro do casco urbano é onde temos problemas em termos de salas de aulas, há mais alunos na cidade e menos salas de aulas, daí a existência de algumas salas debaixo das sombras e alguns nas escolas improvisadas”, sublinhou Augusto.

Aquele responsável acrescentou estar também preocupado com o elevado número de crianças que estão fora do sistema do ensino, “9.673 crianças no município do Uíge".

Críticas dos pais e encarregados de educação

Dado ao elevado número de crianças que estudam ao ar livre e com a época chuvosa que já se vive, Matias Augusto criticou os encarregados de educação e a população por não pressionarem o Governo para construírem mais escolas.

E lembrou que há muitas obras paralisadas.

Quem não gostou da opinião de Matias Augusto foram os pais que acusaram o Governo e os dirigentes de não se preocuparem com as pessoas.

Eles “elaboram projectos no gabinete” sem a participação dos cidadãos, “os dirigentes deviam era girar e ouvir as pessoas” e “nunca vi o governador na rua, só com caravanas e nós não temos caravanas”, foram algumas das reacções dos residents.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG