Links de Acesso

Mike Pompeo e homólogo brasileiro querem combater "regimes autoritários"


Mike Pompeo (esq) e Jair Bolsonaro (Dir)

Venezuela, Cuba e Nicarágua estiveram na agenda da conversa

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, disse nesta quarta-feira, 2, após um encontro com o novo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que Washington e Brasília vão lutar contra os regimes autoritários.

Pompeo e Araújo reuniram-se em Brasília, depois de ontem Pompeo ter participado na posse do novo Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, com quem o secretário de Estado voltou a reunir-se hoje.

“Temos a oportunidade de trabalharmos juntos um com o outro contra regimes autoritários”, assegurou o secretário de Estado, colocando destaque no "profundo desejo" do regresso da Venezuela à democracia.

"Nós tivemos a oportunidade hoje também de falar sobre as ameaças que emanam da Venezuela, e sobre nosso profundo desejo de trazer a democracia de volta para o povo da Venezuela", afirmou Pompeo no final do encontro com o seu homólogo brasileiro.

Cuba e Nicarágua também foram temas da conversa.

Pompeo declarou ainda que Brasil e Estados Unidos "compartilham valores como democracia, e isso não acontece em muitos países".

Parceria intensa

Por seu lado, o chefe da diplomacia brasileira, Ernesto Araújo, classificou a conversa com o governante americano de excelente e adiantou que serviu “ para construir uma parceria mais intensa e muito mais elevada com os Estados Unidos".

O ministro afirmou ainda que trocou com Pompeo ideias sobre valores que os dois países compartilham.

"Trocamos ideias sobre nossa ideia de mundo, sobre trabalhar juntos pelo bem e por uma ordem internacional diferente, que corresponda aos valores dos nossos povos", concluiu.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG