Links de Acesso

MDM suspeita de "perseguição política" ataque contra seu membro na Zambézia


Secretário-Geral do partido pede justiça

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) reagiu ao ataque de que foi alvo na quinta-feira, 4, o seu membro e vice-presidente da Mesa da Assembleia Autárquica de Alto Molócuè, na província da Zambézia, André Manuel Txetema.

MDM suspeita de "perseguição política" ataque contra seu membro na Zambézia
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:49 0:00

Para José Domingos, secretário-geral da terceira força política do país, suspeita que a agressão deve-se a "perseguição política".

A suspeita surge pelo facto de André Txetema, único membro eleito pelo MDM para a Assembleia Autárquica da vila do Alto Molócuè, ser quem desempata as decisões tomadas por aquele órgão, no qual a Renamo e a Frelimo têm o mesmo número de representantes.

Txetema foi agredido em casa por indivíduos desconhecidos que também tentaram electrocutá-lo.

Neste momento, segundo confirmou o partido, encontra-se a receber cuidados intensivos nos Hospital Central de Nampula.

O secretário geral do MDM disse ainda esperar que os órgãos da justiça possam esclarecer este caso, ao contrário do que tem acontecido.

Domingos lamenta o caso e diz que "coloca em causa a liberdade política e democrática no país".

Em ano eleitoral, aquele líder político defende a necessidade da polícia funcionar para todos os mocambicanos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG