Links de Acesso

Massacre deixa cerca de 80 mortos na Etiópia


Campo de refugiados na fronteira entre a Eritreia e a Etiópia

Ninguém reivindicou o ataque

A Comissão de Direitos Humanos da Etiópia revelou nesta quarta-feira, 13, que mais de 80 civis morreram no que considera ser um massacre, na região de Benishangul-Gumuz, oeste do país,

Testemunhas disseram haver crianças pequenas entre os mortos e admitem que o número de vítimas pode ser superior a 100.

A agência France Presse citou uma fonte que revelou que os criminosos usaram facas, flechas e armas de fogo durante o massacre, mas ninguém até agora identificou os autores do massacre.

Nenhum grupo reivindicou o ataque.

Em Dezembro, registou-se outro ataque sangrento na mesma região, que deixou mais de 200 mortos.

A Etiópia é palco de uma guerra entre o exército e um grupo rebelde na província do Tigray desde 4 de novembro quando o primeiro-ministro Abiy Ahmed lançou uma ofensiva contra o Governo local.

​Centenas de pessoas já morreram e quase 60 mil fugiram para o Sudão.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG