Links de Acesso

Marinha moçambicana recebe embarcações de intercepção rápida


Interceptor doado pela Marinha Indiana a Moçambique .

As embarcações podem ser usadas no combate ao tráfco de droga e no comba

A marinha moçambicana conta desde o passado mês de Dezembro com duas embarcações de intercepção rápida (Interceptors) que, segundo especialistas, poderão jogar um papel importante no combate ao tráfico de drogas e no combate ao apoio a rebeldes no norte do país.

Desconhece-se no entanto onde a marinha moçambicana irá usar as duas embarcações que têm um alcance de cerca de 800 quilómetros.

Os dois Interceptors foram doados quando um navio da marinha de guerra indiana visitou Maputo para entregar diversos tipos de ajuda a Moçambique.

As duas lanchas faziam parte de um total de 80 fabricadas no Sri Lanka pela companhia Solas Marine e entregues à India entre 2013 e 2017.

As embarcações podem atingir uma velocidade de 45 Nós (80 quilómetros por hora) e podem ser armadas com metralhadoras.

São motorizadas por dois motores marítimos Caterpillar e dois geradores auxiliares, possuindo também um sistema de jactos de água para velocidades máximas.

As embarcações têm um calado de 8 metros permitindo-lhes assim operar em águas baixas.

As duas embarcações foram baptizadas de Namiliti e Umbeluzi, tendo a marinha indiana fornecido treino a militares moçambicanos.

Em 2019 a Índia tinha doado a Moçambique duas outras embarcações de intercepção rápida.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG