Links de Acesso

Maputo pede assistência militar europeia para combater a insurgência em Cabo Delgado 


Insurgência em Cabo Delgado: Muitos usam barcos para escapar das atrocidades.

As autoridades de Maputo formalizaram um pedido de apoio à União Europeia para combater a insurgência na província de Cabo Delgado, que o bloco continental diz estar no centro da atenção.

Maputo pede assistência militar europeia para combater a insurgência em Cabo Delgado
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:07 0:00

A descrição do Governo aponta que a insurgência naquela província do norte de Moçambique provocou, desde o início, em 2017, a morte, 800 pessoas, e forçou a fuga de mais de 300 mil. Mas a contagem independente aponta para perto de duas mil vítimas mortais.

O pedido do governo de Maputo foi feito através de uma carta assinada pela Ministra dos Negócios Estrangeiros e cooperação, Verónica Macamo, a 16 do corrente.

Macamo pede a Josep Borrel Fontelles, Alto Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros, Política e Segurança, apoio europeu para a formação, logística, equipamento de assistência médica em zonas de combate e capacitação técnico pessoal das forças governamentais para maior eficácia no combate ao terrorismo.

Espaço privilegiado

Ainda não há qualquer resposta da europa comunitária, contudo, o representante da União em Maputo, diz que Cabo Delgado está no centro da atenção europeia.

“Estamos agora a iniciar um novo ciclo de programação da nossa ajuda ao desenvolvimento, no qual, Cabo Delgado vai ocupar um espaço privilegiado” disse António Sanchez-Benedito Gaspar, após um encontro com equipa do governo, que analisou o projeto da Agência de Desenvolvimento do Norte.

O enviado especial do Secretário das Nações Unidas em Moçambique, Mirko Manzoni, olha para a solução em Cabo Delgado, não apenas da perspetiva militar. Diz que é preciso encontrar interlocutores de diálogo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG