Links de Acesso

Maputo: Lançada primeira pedra para hospital focado em pacientes com HIV


Lançamento da primeira pedra para a construção do Hospital Matola Santos, Maputo, Moçambique. 27 agosto 2020

Foi lançada a primeira pedra para a construção do Hospital Matola Santos, capital moçambicana, Maputo, um projecto financiado pelo Governo dos EUA, que visa expandir o acesso de pacientes ao tratamento do HIV e outros serviços essenciais.

Maputo: Lançada primeira pedra para hospital focado em pacientes com HIV
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:28 0:00

Segundo comunicado da Embaixada dos EUA em Moçambique, a obra, avaliada em cerca de 730 mil dólares, deverá terminar no fim de Novembro de 2020.

No mesmo comunicado, o governo dos Estados Unidos considera o Hospital Matola Santos "um investimento crítico que vai melhorar a capacidade do país no controlo da epidemia nacional do HIV e responder de forma independente a outras ameaças de doenças."

Lançamento da primeira pedra para a construção do Hospital Matola Santos, Maputo, Moçambique. 27 agosto 2020
Lançamento da primeira pedra para a construção do Hospital Matola Santos, Maputo, Moçambique. 27 agosto 2020

"Dados actuais reflectem o impacto da epidemia do HIV na Matola e a necessidade de cuidados e tratamento abrangentes", continua o comunicado que refere que e m Julho deste ano, "143.873 pessoas estavam em tratamento do HIV na Província de Maputo, sendo 64.871 pertencentes ao distrito da Matola, das quais 7.265 atendidas no Centro de Saúde da Matola C e na Clínica Móvel Matola Santos com assistência técnica e clínica da Fundação Ariel Glaser Contra o HIV Pediátrico (ARIEL)".

A construção do Hospital Matola Santos faz parte da expansão de infraestruturas financiadas pelo PEPFAR em Moçambique, totalizando mais de 7 milhões de dólares, desde 2017. O PEPFAR (Plano de Emergência do Presidente dos E.U.A. para o Alívio do SIDA) é uma iniciativa do governo dos EUA para enfrentar a epidemia global do HIV e os seus projectos beneficiam a mais de 22 milhões de pessoas actualmente em tratamento do HIV.

O governo dos Estados Unidos financiou ainda três laboratórios de biologia molecular em Mavalane, Quelimane e na Machava, que serão entregues ao governo de Moçambique nas próximas semanas. Espera-se que outro laboratório de biologia molecular em Nampula esteja concluído até o final de Setembro de 2020.

O Governo norte-americano prometeu ainda cerca de 3,6 milhões de dólares para financiar renovações em instalações de saúde (centros de saúde escolar) e um novo laboratório de biologia molecular na Província de Gaza em 2020.

Estes projectos e financiamentos assentam numa base de mais de 500 milhões de dólares em assistência anual que o governo dos EUA disponibiliza para melhorar a qualidade da educação e dos cuidados de saúde, promover a prosperidade económica e apoiar o desenvolvimento geral de Moçambique.

Na cerimónia estiveram representantes do governo americano e uma delegação de dignitários moçambicanos, que incluiu o Governador da Província de Maputo, Arquitecto Júlio José Parruque, o Secretário Permanente da Província, Célio Ngoca e ainda o Director Provincial de Saúde, Dr. Daniel Chemane.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG