Links de Acesso

Malanje: Três mil habitantes de bairro Camibafo sem água para consumo


Estrutura foi construída no tempo colonial e Governo promete resolver o problema

Mais de três mil habitantes ena zona 7 do bairro Camibafo na cidade de Malanje consomem água imprópria para consumo de uma "cacimba" construída no período colonial.

Habitantes de bairro de Malanje sem agua propria para consumo -2:09
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:09 0:00

Teresa José disse que “a água que está aqui não está boa porque onde lavamos tem muito lixo, é a mesma água que nós tiramos para beber e há vezes que nós encontramos descartáveis, encontramos papel, pacotes de Omo (vazio), e a água não está em condições”.

Outra residente, Marcelina Domingos referiu que “a água não está muito boa”.

“Esse tanque está aqui há bastante tempo e vai lá muito lixo onde as pessoas tiram a água para beber ”, acrescentou.

Os portugueses deixam saudades para a autoridade tradicional de Camibafo, Miguel Lourenço.

“O que está a ajudar é o que o colono que deixou”, disse.

“As patologias mais frequentes que os munícipes têm apresentado são a febre tifóide, o paludismo e diarreias agudas, diarreias devido as águas não tratadas, água mal conservada”, denunciou o responsável do posto de saúde e da farmácia Dikuatekesu, Cláudia Sebastião.

“Há um esgoto onde eles têm tirado água”, acrescentou

O administrador municipal de Malanje, João de Assunção, disse que um Pequeno Sistema de Abastecimento de Água (PSA) poderá ser construído nos próximos tempos.

“Dentre as várias localidades, as quatro indicadas para o município de Malanje, o Camibafo também vai se beneficiar”, prometeu.

O rio Cangambo e duas lagoas integram os recursos hídricos da zona 7 do bairro Camibafo, a pouco menos de 6 quilómetros do centro da cidade de Malanje.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG