Links de Acesso

Malanje : Libertados ativistas do Calandula e defesa acusa polícia de abuso de poder


Ativistas posam para a fotografia depois de serem libertados

Um magistrado do Ministério Público no município de Cacuso ordenou nesta quinta-feira, 24, a libertação incondicional dos 10 ativistas detidos pela Polícia Nacional (PN) em Calandula, na província angolana de Malanje, quando se preparavam para realização uma manifestação para pedir a destituição do administrador local.

Libertados ativistas de Malanje - 054
please wait

No media source currently available

0:00 0:00:54 0:00

O advogado de defesa, Carlos Xavier Luís Lucas, disse ter havido abuso de poder por parte dos efetivos da corporação no Comando Municipal de Calandula.

“Os jovens já foram postos em liberdade pelo Ministério Público, na medida em que a conduta, ou crime, que lhes é imputada não aconteceu”, disse, acrescentando que“a Polícia agiu à margem dos serviços da lei”.

Os ativistas permaneceram seis dias nos calabouços do Comando Municipal da Polícia Nacional de Cacuso sem serem ouvidos por um representante do Ministério Público, acrecentou o advogado.

"Evidente a má-fé” e a falta de profissionalismo, sentido de missão e até mesmo de Estado de [alguns agentes] da Polícia Nacional em prestar um serviço de qualidade ao cidadão”, acresccentou Lucas.

Os acivistas poderão interpor uma reclamação junto do piquete do Comando Provincial da PNl em Malanje para chamar à razão dos efetivos "que usaram o poder para reprimir cidadãos que clamavam por melhores condições de vida para os habitantes do município de Calandula, conclui o advogado de defesa Carlos Lucas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG