Links de Acesso

Madagáscar: Um morto e 16 feridos em manifestação contra nova lei eleitoral


Marc Ravalomanana

A lei em causa impõe que um candidato presidencial apresente um relatório sobre todas as condenações judiciais anteriores, o que poderia ser uma desvantagem para os apoiantes de Marc Ravalomanana.

Uma pessoa foi morta neste sábado, 21, quando a polícia de Madagáscar disparou gás lacrimogéneo contra manifestantes da oposição contra uma nova lei eleitoral, na capital Antananarivo, reporta a Reuters.

Os manifestantes da oposição dizem que tais leis foram projectadas para bloquear o seu candidato nas eleições presidenciais deste ano. Trata-se de apoiantes de Marc Ravalomanana, ex-líder daquele país africano.

A lei em causa impõe que um candidato presidencial apresente um relatório sobre todas as condenações judiciais anteriores, o que poderia ser uma desvantagem para seu candidato.

Ravalomanana foi condenado por um tribunal, quando estava exilado, após o golpe de 2009, por uma série de delitos.

Citada pela Reuters, Olivat Rakoto, directora do hospital Joseph Ravoahangy Andrianavalona, disse que eles receberam 17 pessoas com ferimentos nesta manhã.

“Uma pessoa veio, mas não pudemos fazer nada por ele”, disse Rakoto.

Ela não deu detalhes sobre a natureza das lesões, mas algumas testemunhas disseram que alguns ferimentos foram causados por bombas de gás.

Não houve comentários imediatos do governo ou da polícia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG