Links de Acesso

"Mãos Livres" pede intervenção do tribunal da Inspecção do Trabalho para evitar desemprego em massa nas Lundas


Em causa despedimentos em empresas de diamantes

A Associação Cívica Mãos Livres apelou nesta quinta-feira, 19, aos tribunais angolanos e à Inspecção do Trabalho que sejam mais céleres nos processos que envolvem trabalhadores de empresas diamantíferas nas Lundas para evitar o desemprego em massa e a consequente desestruturação das famílias.

Mãos Livres apela a celeridade na resoluçao de trabalhdores despedidos - 1:29
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:29 0:00

O pedido foi feito por Salvador Freire, presidente daquela organização não governamental, que denunciou processos de trabalhadores despedidos em 2016 encravados no Tribunal Provincial de Luanda.

António Joaquim e Lourenço Tambua são dois exemplos de trabalhadores expulsos pela Sociedade Mineira Luminas, por reclamarem nove meses sem salários.

“O processo está no tribunal e até ao memento não temos uma decisão, mais estamos desempregados apenas por termos revindicado os nossos salários”, revelou Joaquim.

Salvador Freire alerta que caso as autoridades não intervenham a situação pode piorar nas Lundas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG