Links de Acesso

Lusófonos debatem ambiente e educação em Bubaque


Giuiné-Bissau acolhe quinto congresso de educação ambiental

A Guiné-Bissau acolhe o quinto congresso lusófono de educação ambiental da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa, de 14 a 18 de abril próximo.

"Crise Ecológica e Migração" é o tema do evento que terá lugar em Bubaque e no qual participam ministros dos países da expressão portuguesa e Galiza.

A ideia é fazer um diagnóstico e dar respostas a questões dominantes da educação ambiental.

A Guiné-Bissau tem 26 por cento do seu território destinado a áreas protegidas, que, segundo ambientalistas, estão ameaçadas pelo fenómeno da migração e das mudanças climáticas.

“As ilhas Bijagós estão cheias de pescadores clandestinos e emigrantes, que violam as regras, quando é assim, o nosso país com fracos meios de fiscalização está sujeito a tudo”, observou o engenheiro ambientalista, Quintino Tchantchalam.

Pela primeira vez, o Governo guineense assume a organização de um evento internacional em matéria ambiental.

Por: Adão Remalho

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG