Links de Acesso

Lucas Ngonda concorda em abandonar FNLA mas só após período de transição


Lucas Ngonda FNLA

O contestado presidente da FNLA, Lucas Ngonda, aceitou retirar-se da liderança partidária e da vida política activa, 14 meses depois do “congresso de transição”, que ele próprio convocou para os dias 12 e 13 de Dezembro do ano em curso, disse hoje à VOA o antigo secretário para a informação deste partido, Geoveth da Silva.

Lucas Ngonda vai abandonar a politica mas não já - 2:01
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:01 0:00


A decisão de Ngonda, de acordo Geoveth da Silva faz parte do chamado “Pacto de Entendimento” que o político assinou, a 25 de Outubro passado, com algumas sensibilidades que foram por ele afastadas da direcção partidária ao longo da crise, que remonta ao ano de 2009.

Geoveth da Silva sublinhou, que Lucas Ngonda foi forçado a tomar tal decisão por “pressão” dos participantes a esse encontro.

“Ele não sai por vontade própria mas por pressão dos militantes. Não era pretensão do Dr. Lucas deixar a presidência da FNLA desta forma”, afirmou.

O anunciado congresso, segundo afirmou Geoveth da Silva, deverá reconduzir Lucas Ngonda ao cargo de presidente para um “mandato de transição” até a realização de um novo conclave para a eleições de um novo líder da FNLA.

Entretanto, o militante Pedro Gomesque, tal como a ala da Ngola Kabango, não subscreveram o aludido “Pacto de Entendimento”, considera que o anunciado congresso “é ilegal e sem qualquer validade”,.

Fernando Pedro Gomes, que havia sido eleito presidente da FNLA no congresso realizado em Junho de 2018 na capital angolana, disse que enquanto o Tribunal Constitucional não de pronunciar sobre este conclave, Ngonda não tem legitimidade para se “reunir com ninguém”.

Refira-se que o Tribunal Constitucional havia invalidade o congresso que Lucas Ngonda realizou na cidade do Huambo em 2018, mantendo os órgãos partidários eleitos em 2009

"Realizar um congresso para ir ractificar o tal pacto e manter Lucas Ngonda como presidente para se perpetuar no poder , então não acreditamos que esse congresso tenha pés para andar”, disse Pedro Gomes

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG