Links de Acesso

Luanda: Ativistas agredidos e detidos em manifestações contra o custo de vida


Manifestação em Luanda, Angola

Um dos agredidos foi Nelito Ekuiku, deputado da Unita, que disse à imprensa  que as autoridades recorreram a um decreto que limita a aglomeração de modo a evitar a propagação do novo coronavirus.

Vários jovens foram agredidos e detidos, neste sábado, 24, em manifestações contra o elevado custo de vida, em Luanda, capital de Angola.

Há indicações de que, pelo menos, 50 jovens foram detidos ou agredidos pela polícia.

"Houve uma repreensão bastante violenta. Não havia razão para o regime usar uma força desproporcional, porque a manifestação era pacífica”, disse o ativista Dito Dali, da organização.

Um dos agredidos foi Nelito Ekuiku, deputado da Unita, que disse à imprensa que as autoridades recorreram a um decreto que limita a aglomeração de modo a evitar a propagação do novo coronavirus.

Ekuikui observou que as autoridades “estão a violar a Constituição”, por entender que tal legislação não inclui a suspensão de manifestações.

Consta que em reação à intervenção da polícia, os manifestantes incendiaram pneus.

Dali disse que apesar da reação brutal das autoridades, as manifestações contra a governação danosa irão continuar.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG