Links de Acesso

“Lourencismo” está a substituir o “Eduardismo” - CASA CE


manuel fernandes

Um deputado da CASA CE acusou o MPLA de estar novamente a seguir uma política de lealdade cega ao seu lider tal como acontecia durante o tempo do presidente Eduardo dos Santos.

Isto numa altura em que continua o jogo do "empurra empurra" sobre a realização ou não das eleições autárquicas.

O presidente da republica disse que a culpa é de quem deve aprovar as leis que não o fez e sem lei é impossível realizar-se qualquer pleito em Democracia eo Bureau Político do MPLA diz congratular-se com a posição do seu presidente.

“Lourencismo” está a substituir “eduardismo” – CASA CE - 1:59
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:59 0:00


A oposição parlamentar considera haver cinismo por parte do presidente porque o único responsável pela não aprovação das leis para as elei-
çoes é o próprio João Lourenço e o seu partido.

O deputad da bancada parlamentar da UNITA David Mendes disse não entender como é que o MPLA pode dizer que não há eleições porque não foram aprovadas leis para isso.

"Como é que um partido que detém a maioria na Assembleia se congratula com a posição do presidente da República? “, interrogou David Mendes para quem a responsabilidade directa pela não aprovação das leis de suporte das autarquias é do próprio presidente da republica.

"O presidente da republica é o chefe de estado e do executivo, a proposta de lei é do executivo, há um interesse de quem remete um diploma em saber sobre aprovação ou não e enquanto chefe do estado ele é o supervisor de todo sistema o executivo, o legislativo e o judicial” disse.

“se o presidente deste partido é ele porque nao deu instruções a sua bancada para aprovar as leis?”, acrescentou.

Na mesma linha de pensamento Manuel Fernandes do grupo parlamentar da CASA CE que considera haver já sinais de “Lourencismo” em Angola, à semelhança do “Eduardismo”.

"Às vezes eles pensam que o povo anda sempre distraído, mas o povo já sabe hoje quem tem a faca e o queijo na mão”, disse .

“Todos os argumentos utilizados para partilhar ou fugir da responsabilidade não colhem e está mais que visível porque foi o próprio João Lourenço que garantiu que as eleições autárquicas teriam lugar em 2020”, afirmou Manuel Fernandes pafa quem "se isto não acontecer vai ser a vergonha para os angolanos".

"O presidente João Lourenço está a seguir o caminho do seu antecessor bom no discurso e péssimo na execução", disse.

"Neste momento o Lourencismo já está a decepcionar como ocorreu com Eduardismo", acrescentou

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG