Links de Acesso

Liga Guineense dos direitos humanos denuncia rapto do ativista Queba Sané


Queba Sané, ativista guineense

A Liga Guineense dos Direitos Humanos (LGDH) revelou nesta terça-feira, 6, que "o ativista político Queba Sané, vulgo R Kelly, terá sido raptado há instantes por um grupo de pessoas ainda por identificar".

Na sua página no Facebook, a LGDD disse ter recolhido informações junto de testemunhas que indicam "Queba Sané foi espancado, algemado, colocado na porta-mala de uma viatura V8 e levado para paradeiro ainda incerto".

"As testemunhas dizem conhecer a identidade do raptor e a titularidade da viatura utilizada na operação”, refere a Liga na sua nota.

A organização acrescenta que "Queba Sané havia denunciado à Polícia Judiciária, há 4 dias, supostas ameaças e intimidações de que estaria a ser alvo devido às opiniões e críticas que tem publicado na sua página pessoal nas redes sociais".

Na mesma nota, a LGDH exige às autoridades policiais a "localização imediata do paradeiro d Queba Sané e a tradução à justiça dos autores morais deste ato triste e hediondo que atenta contra os pilares da democracia e do Estado de Direito".

De referir que Sané, apoiante das atuais autoridades até recentemente, criticou a recente atribuição dos nomes dos presidentes do Senegal, Macky Sall, e da Nigéria, Mamadu Buari, a duas avenidas em Bissau, pelo Presidente Umaro Sissoco Embaló.

Também hoje, a LGDH ijnformou estar a monitorar a situação de mais dois ativistas que terão sido raptados, espancados e conduzidos a parte incerta ontem à noite.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG