Links de Acesso

Líderes africanos não dominam questões de mudanças climáticas, diz Manuel de Araújo


Manuel Araújo, presidente do município de Quelimane, Moçambique

“Sem uma voz unida, estratégia séria, seremos sempre os filhos pródigos do sistema mundial”, diz Araújo em entrevista à “Agenda Africana da VOA”.

Os líderes africanos precisam de aprofundar os seus conhecimentos sobre as mudanças climáticas para melhor se posicionarem no debate global, afirma o presidente do município moçambicano de Quelimane.

“Há muita ignorância ao nível das nossas lideranças” em questões climáticas, diz Manuel de Araújo.

Para ele, por causa dessa lacuna os africanos não beneficiam de igual modo de iniciativas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas.

É exemplo disso, na sua opinião, a iniciativa “100 Cidades Resilientes”, que teve muita concorrência qualitativa de países da América, Ásia e Europa.

“Sem uma voz unida, estratégia séria, seremos sempre os filhos pródigos do sistema mundial”, diz Araújo em entrevista à “Agenda Africana da VOA”.

Acompanhe:

Líderes africanos não dominam questões de mudanças climáticas, diz Manuel de Araújo
please wait

No media source currently available

0:00 0:14:49 0:00

Manuel de Araújo é desde este mês membro do Comité Executivo da ICLEI (Conselho Internacional para Iniciativas Ambientais Locais), uma organização de governação local e sustentabilidade, criada em 1990.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG