Links de Acesso

Líder do Senado recusa testemunhas pedidas por democratas no julgamento da impugnação


Mitch McConnell (esq.) e Chuck Schumer (dir.) com posições contrárias sobre a impugnação de Donald Trump

O líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, classificou o mais que provável processo de impugnação contra o Presidente Donald Trump como o "mais injustos" da história do país e rejeitou o pedido dos democratas para que novas testemunhas sejam chamadas a depor no senado, depois de o processo ser aprovado na câmara dos representantes.

McConnell criticou o líder da minoria do Senado, o democrata Chuck Schumer, por solicitar que o Senado convoque o ex-assessor de segurança nacional John Bolton e o chefe interino da Casa Branca Mick Mulvaney, bem como outras duas pessoas, para testemunhar sobre as relações entre a Ucrânia e o Presidente.

"Não é tarefa do Senado entrar na luta e procurar desesperadamente formas de se encontrar um culpado", disse McConnell, que criticou fortemente os democratas.

Em resposta, o lider dos democratas no Senado, Chuck Schumer, afirmou que “os americanos sabem agora que republicanos e o Presidente Trump têm muito a esconder”.

Entretanto, na Câmara dos Representantes foi retomado no final da manhã o debate ffinal sobre o processo de impugnação que deve ser votado ainda nesta semana.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG