Links de Acesso

Kwenda é “alegria na recepção seguido de tristeza”


Município sede do Balombo, Benguela

Centenas de milhar de famílias beneficiam do programa angolano de apoio monetário, Kwenda, mas especialistas dizem que quantias são “irrisórias” e não minimizam problema da pobreza

O programa financeiro de apoio do governo angolano às famílias mais carenciadas, Kwenda, já beneficia mais de 300.000 famílias mas especialistas angolanos afirmam que as quantias fornecidas são irrisórias e não servem para mitigar a pobreza e fome.

Desafios na aplicação do Kwenda – 20:02
please wait

No media source currently available

0:00 0:20:02 0:00

O projecto contempla a atribuição de 25 mil kwanzas trimestralmente a centenas de milhar de famílias vulneráveis para garantir o fomento ao empreendedorismo, a redução da fome e da pobreza

O Programa de Fortalecimento da Protecção Social é operacionalizado pelo FAS, Fundo de Apoio Social em 14 das 18 províncias do país e em 35 municípios, está avaliado em 420 milhões de dólares e é financiado em 320 milhões pelo Banco Mundial, sendo os restantes 100 milhões provenientes do Tesouro Nacional.

Para o Sociólogo Carlos Conceição com a pobreza gritante a que está votada mais de 60 porcento das famílias angolanas, do ponto de vista da sobrevivência o impacto do programa está aquém do desejado.

Carlos Conceição diz que este valor está desajustado da realidade socio-cultural angolana, tendo em conta o número de membros do agregado familiar dos angolanos.

“O impacto que isto tem na subsistência das famílias contempladas fica muito aquém da expectativa tendo em conta o custo de vida actual, que não tem apenas a ver com as zonas rurais”, disse o analista para quem com a realidade do agregado das famílias angolanas “com mais de 5 membros, 25 mil kwanzas não cobre a totalidade das despesas destas famílias”.

Por outro lado o Director Executivo da AJUDECA- Associação Juvenil para o Desenvolvimento Comunitário de Angola Manuel Pembele disse que a avaliação do custo de vida da população assim como um estudo sobre os vários níveis de pobreza da população angolana seria o primeiro passo a ser dado, acrescentando que 8.500 Kwanzas por mês não cobre as despesas mensais dos cidadãos.

“Para mim o impacto deste fundo é negativo porque 8.500 kwanzas é um valor irrisório que nunca vai resolver os problemas d a população”, disse o analista que sugere um serviço de avaliação de impacto “porque para mim este fundo tem alegria na recepção, mas depois é tristeza”.

O Kwenda é considerado pelo executivo angolano como o principal programa de apoio directo às famílias necessitadas nas 5.102 aldeias de 35 municípios, das 18 províncias do país, nas quais já se encontra em implementação, tendo apoiado perto de 17.000 beneficiários directos e 84.000 indirectos em iniciativas económicas e produtivas.

Os dados anunciados em reunião de balanço do Programa Kwenda, dão conta que as transferências sociais monetárias previstas neste programa estão a chegar às famílias carenciadas por meio da atribuição de telemóveis e cartões multicaixa, havendo ainda a modalidade em dinheiro, através de bancos e agentes locais de pagamento.

Para o sociólogo Carlos Conceição, a situação da fome envergonha Angola que pretende granjear a sua imagem no panorama internacional, exortando o governo a criar um programa de indsutrialização que crie empregos.

“As famílias que estão a ser beneficiadas não são famílias inválidas. São famílias economicamente activas com capacidades física e intelectuais que podem também servir do ponto de vista institucional para empresas públicas e privadas”, disse

A solução para erradicação da pobreza em Angola passa pela criação de cooperativas que podem reproduzir a experiência a outros pequenos grupos e famílias disse por seu turno Manuel Pembele para quem associada a esta iniciativa está a cedência de crédito.

Em balanço realizado em Luanda, a autoridades angolanas falam do alcance das metas estabelecidas para 2021. Os números oficias apontam para mais de 300 mil famílias beneficiadas com as transferências sociais monetárias.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG