Links de Acesso

Jornalistas agredidos por agentes policiais em Moçambique


Sede do Governo do Distrito de Manica, Moçambique

Repórteres estavam a serviço da Rádio Comunitária Catandica, em Manica

Dois jornalistas da Rádio Comunitária Catandica, na província moçambicana de Manica, foram agredidos nesta terça-feira, 27, por agentes da Polícia Municipal no distrito de Báruè quando cobriam acções de fiscalização e cobrança de impostos pela corporação.

A denúncia é do Fórum de Rádios Comunitárias (Forcom) em nota distribuída à imprensa e as agressões já foram condenadas pelo Instituto para a Comunicação Social da África Austral (Misa -Moçambique)

"Os jornalistas vítimas desta agressão informaram ao Forcom que, depois de receberem denúncias dos vendedores e no meio a uma confusão, aproximaram-se para aferir de perto o que estava a acontecer e constataram no local que os vendedores contestavam a pressão e modalidade daqueles membros na cobrança de impostos", lê-se na nota que também revela que os polícias apreenderam gravadores e telemóveis dos jornalistas.

O Misa -Moçambique também divulgou uma nota na qual “condena vigorosamente este crime de violência física, de abuso de poder e uso da força policial para limitar as liberdades de imprensa”.

Moçambique tem um historial de agressões e desparecimentos de jornalistas sem consequências a nível da responsabilização policial e judicial.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG