Links de Acesso

João Lourenço quer acordo militar e investimento alemão


João Lourenço visita Berlim

Angela Merkel fala em "vento novo" de Angola

O Presidente João Lourenço defendeu o investimento alemão em Angola, numa conferência de imprensa conjunta com a chanceler Angela Merkel, nesta quarta-feira, em Berlim, no dia de uma visita de dois dias àquele país europeu.

"Estamos a convidar os investidores alemães a trabalhar com o Estado Angola na proteção da nossa costa, com o fornecimento de embarcações de guerra, tal como de outros meios elétricos, para podermos controlar melhor esta vasta fronteira marítima que é uma parte do golfo da Guiné, uma parte que é cobiçada pelos piratas, pelos terroristas como forma de atingir os nossos países, de atingir as nossas populações, as nossas economias", disse Lourenço, reiterando a necessidade de “atrair investimento privado alemão para praticamente todos os domínios da economia”.

Angela Merkel, por seu lado, manifestou o "interesse da Alemanha em cooperar com angola no domínio da defesa", lembrando ser importante proteger a costa angolana porque "não existe desenvolvimento sem segurança, nem segurança sem desenvolvimento".

A chanceler alemã ainda se referiu ao chamou de "novo vento" que sopra de Angola.

No primeiro dia da visita a Berlim,na abertura do 7.º Fórum Económico Alemanha-Angola, o Presidente propôs a criação de uma câmara de comércio com a Alemanha .

João Lourenço anunciou ainda que o seu Governo está a criar medidas legais, cambiais e migratórias para atrair o investimento externo, e pediu aos alemães que invistam no país.

O Chefe de Estado angolano vai reunir-se ainda com o seu homólogo Frank-Walter Steinmeier, além de um jantar com empresários alemães e um encontro com a diáspora.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG