Links de Acesso

João Lourenço e Marcelo Rebelo de Sousa relançam a alto nível relações entre Angola e Portugal


João Lourenço e Marcelo Rebelo de Sousa reencontram-se em Luanda

O Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo da Sousa inicia uma visita de quatro dias a Angola na quarta-feira, 6,com a deposição, de manhã, de uma coroa de flores no Memorial Agostinho Neto e um encontro com João Lourenço no Palácio Presidencial, onde estão previstas igualmente conversações ministeriais, seguidas de uma conferência de imprensa conjunta.

Presidente português em Angola - 2:31
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:17 0:00

Na antevisão da visita do chefe de Estado português, João Lourenço, disse na segunda-feira, 4, à RTP que as relações entre Angola e Portugal estão neste momento “no pico da montanha” e que o processo que em Lisboa envolveu o ex-vice-Presidente Manuel Vicente “não deixou sequelas”.

O analista Augusto Bafua Bafua entende, entretanto, que as relações entre os dois países estão “muito aquém do que seria o desejo dos angolanos e portugueses”.

Por sua vez, o economista José Matuta Cuato diz “não haver grandes mudanças no relacionamento entre os dois países a não ser no capítulo das relações políticas entre Estados”.

Dívidas

Um dos assuntos que o Presidente português traz na agenda tem a ver com a regularização de dívidas de Angola a empresas portuguesas, que teve avanços durante a visita do primeiro-ministro português, António Costa, a Luanda, em Setembro do ano passado, e na deslocação de João Lourenço a Portugal, em Novembro.

Ainda na quinta-feira, Marcelo Rebelo de Sousa discursa, à tarde, numa sessão solene na Assembleia Nacional e encontra-se com estudantes na Universidade Agostinho Neto, onde deu aulas de direito.

À noite, tem um jantar oficial oferecido pelo chefe de Estado de Angola.

Pela parte do Governo, Marcelo Rebelo de Sousa é acompanhado pelos ministros dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, e da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, bem como pela secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro.

Três líderes parlamentares, Fernando Negrão, do PSD, Nuno Magalhães, do CDS-PP, e João Oliveira, do PCP, integram a comitiva oficial.

Entre quinta e sexta-feiras, Marcelo Rebelo de Sousa desloca-se ao Lubango, na Huíla, e a Lobito e Catumbela - viajando de comboio entre estes dois últimos municípios -, na província de Benguela.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG