Links de Acesso

João Lourenço: 2018 foi um ano de resgate de valores


João Lourenço apresenta mensagem de Natal

Presidente angolano diz que "há maior liberdade de imprensa, expressão e de pensamento"

O Presidente angolano defendeu a moralização em curso da sociedade e disse que o país registou "significativos avanços" em matéria de defesa e salvaguarda dos direitos e liberdades fundamentais do cidadão.

"Há maior liberdade de imprensa, expressão e de pensamento", assegurou Lourenço, na mensagem de Natal divulgada hoje na rádio pública, na qual realçou o esforço do Governo e de organizações na moralização da sociedade, incluindo combate permanente à corrupção".

"O esforço pela reposição da ordem e da dignidade humana deve ser contínuo, mas é, no entanto, no seio das famílias que devem começar a ser transmitidos e aplicados esses valores. Do amor à terra que os viu nascer, da honestidade das nossas acções, da solidariedade para com o próximo, do respeito pela diferença de opiniões e pela tolerância que são alguns dos principais fundamentos que deve assentar qualquer sociedade", afirmou o Presidente.

No que foi visto como defesa de uma das medidas do seu Executivo, Lourenço afirmou ser “um resgate dos bons e tradicionais valores da sociedade angolana, através de medidas de educação cívica e patriótica de reposição da autoridade do Estado entre outras".

Redução do garimpo ilegal

No seu discurso, o Chefe de Estado angolano apontou, entre outras medidas, a redução do garimpo ilegal dos recursos naturais, como os diamantes, vandalismo dos bens públicos, exploração ilegal e desordenada de inertes, o tráfico ilícito do marfim e consequente abate de espécies raras e a venda ilegal de moeda externa, advertindo que “a batalha não está ainda vencida”.

O sector social, segundo Lourenço, também mereceu "particular atenção com vista a melhorar a qualidade dos serviços públicos prestados ao cidadão neste particular".

No capítulo da economia, João Lourenço afirmou que existe um maior diálogo entre o Executivo e a classe empresarial privada, “fruto da tomada de medidas a favor da melhoria do ambiente de negócios”.

O objectivo, explicou, “é encontrar caminhos que levem a políticas e acções mais concretas e efectivas a favor da diversificação da economia, ao aumento da produção interna de bens e de serviços essenciais”.

João Lourenço concluiu dizendo confiar nas mulheres e homens de negócios, que "vêm demonstrando garra e capacidade de superar os constrangimentos da actual conjuntura".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG