Links de Acesso

Israel e Irão trocam acusações sobre ataques


Base militar síria em Kisweh atacada

Telavive diz ter respondido a foguetes de Teerão sobre a Síria

A defesa antiaérea do exército sírio interceptou, na noite desta quarta-feira, 9, misséis israelitas lançados contra o território da Síria, revelou a agência oficial Sana.

O exército israleita, por seu lado, afirmou que os mísseis foram lançados como resposta a disparos de foguetes iranianos contra o lado da Colina de Golã, ocupado por Israel.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) informou que "mísseis israelitas apontaram contra posições do regime sírio e dos seus aliados perto da cidade de Baas, na região de Kuneitra", que fica na parte de Golã que não é ocupada por Israel.

"Aviões israelitas voavam paralelos ao espaço aéreo de Golã que está ocupado", continuou o observatório.

Numa conferência telefónica com um grupo de jornalistas, entre eles da Agência Efe, o porta-voz do exército, Jonathan Conricus, afirmou que Israel foi atacado pouco depois da meia-noite com 20 foguetes lançados contra sua linha de defesa no território ocupado das Colinas de Golã, ao norte do país.

Ainda segundo Israel, não houve mortos no ataque que teria sido promovido por combatentes do Irão, partindo do lado sírio.

"Esta noite, por volta da meia-noit, dispararam aproximadamente 20 projécteis, a maioria foguetes, para a primeira linha de defesa do exército no norte. Estes foguetes foram disparados pela força iraniana Quds" do lado sírio de Golã, disse Conricus, revelou a Efe.

"Por enquanto, não constatamos que haja nenhuma vítima entre as forças israelitas", declarou o militar, que acrescentou que "dois dos foguetes foram interceptados", e que "a quantidade de dano que avaliamos até agora é baixa".

Na noite de terça-feira, 8, um bombardeamento nocturno atribuído a Israel numa área próxima a Damasco, na Síria, matou 15 combatentes estrangeiros leais ao regime sírio, incluindo oito iranianos, de acordo com um balanço atualizado divulgado pela ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG