Links de Acesso

Investigação do assassinato de Amurane é farsa e manipulação eleitoral, dizem os partidos MDM e PLDS


Mahamudo Amurane

"Lamentamos que seja usado este serviço de todos os moçambicanos para fins políticos," disse Fernando Bismarque.

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) classificou de tentativa de manipulação de votos a favor da Frelimo a revelação do Serviço de Investigação Criminal (Sernic), ontem, de que, entre os 10 acusados do assassinato do antigo presidente do município de Nampula, há membros séniores do partido.

Investigação do assassinato de Amurane é farsa e manipulação eleitoral, dizem os partidos MDM e PLDS
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:57 0:00

Mahamudo Amurane, eleito edil da cidade de Nampula, em 2013, foi assassinado a tiro na sua residência a 4 de Outubro de 2017, quando Moçambique celebrava 25 anos do Acordo Geral de Paz.

Na altura do assassinato, a sua relação com o MDM não era saudável, e já havia anunciado a intenção de concorrer em representação de outro partido.

˝O MDM é também parte interessada nestas investigações e quer que sejam apresentados os arguidos e se forem pessoas localizáveis que prendam, não venham usar deste período eleitoral para manipular os eleitores", disse Fernando Bismarque, cabeça de lista do MDM para as eleições de 10 de Outubro.

Referindo-se ao Sernic, Bismarque disse que "lamentamos que seja usado este serviço de todos os moçambicanos para fins políticos".

Por seu lado, Ali Alberto, cabeca de lista do Partido Liberal de Desenvolvimento Sustentável (PLDS) e antigo vereador no governo de Amurane disse que o edil foi vítima de uma perseguição politica protagonizada pelos inimigos da paz.

Alberto referiu que as investigações são uma farsa e que não trarão o resultado que a população espera.

Processo complexo

Entretanto, o procurador chefe provincial de Nampula, Nazimo Mussa, confirmou que o Ministério Público já recebeu o processo de investigação do Sernic e que vai analisar antes de tomar uma decisão, que pode levar algum tempo dada a complexidade do caso.

Mussa disse ainda que, neste momento, o processo está em fase de instrução preparatória e corre de segredo de justiça.

Para homenagear Amurane, o Partido Liberal de Desenvolvimento Sustentável (PLDS), que ele fundou, realizou hoje em Nampula uma marcha, com os membros a empunharem dísticos com dizeres como ˝morre um líder fica a causa, juntos exigimos justiça e Amurane vive em cada um de nós”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG