Links de Acesso

Insurgentes em Cabo Delgado são afiliados do Estado Islâmico, diz chefe do contraterrorismo dos EUA 


Embaixador Nathan Sales

"O que estamos a ver hoje é uma afiliada comprometida do ISIS que abraça a ideologia do ISIS, que abraça as táticas e procedimentos do ISIS e abraça a visão do ISIS de um califado com controlo territorial," disse Sales.

O grupo insurgente que actua no norte de Moçambique é um afiliado "comprometido" do Estado Islâmico e deve ser visto como uma questão de terrorismo global, disse o coordenador de contraterrorismo dos EUA, embaixador Nathan sales.

Sales prometeu apoio americano ao Governo de Maputo na luta contra o grupo militante.

Os militantes islâmicos na província de Cabo Delgado, em Moçambique - com projetos de gás no valor de 60 mil milhões – estão a ganhar terreno. A violência atingiu a vizinha Tanzânia em outubro, levando os dois países, que partilham uma longa fronteira, a lançar operações militares conjuntas.

"Os Estados Unidos querem ser o parceiro de segurança privilegiado de Moçambique", disse Sales, nesta terça-feira, 8, a jornalistas, após visitar Moçambique e a África do Sul, na semana passada.

"Independentemente das origens dessas redes violentas ou indivíduos, que participaram delas, o que estamos a ver hoje é uma afiliada comprometida do ISIS que abraça a ideologia do ISIS, que abraça as táticas e procedimentos do ISIS e abraça a visão do ISIS de um califado com controlo territorial ", disse Sales.

A Reuters escreve que essa é a visão mais clara até agora da perspectiva de Washington sobre a escalada do conflito em Moçambique.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG