Links de Acesso

Insurgência em Cabo Delgado: União Europeia diz que pode colocar uma missão de treinamento militar


Josep Borrell, União Europeia

Portugal já enviou 60 homens

A União Europeia pode ter uma missão de treinamento militar em acção em Moçambique, dentro de alguns meses, disse o chefe da política externa do bloco, nesta sexta-feira, 28, para ajudar a enfrentar os rebeldes islâmicos.

"Acho que poderíamos aprovar esta missão", disse Josep Borrell a repórteres antes de uma reunião de ministros da Defesa da UE em Lisboa, onde o assunto seria discutido.

O problema é encontrar outros países, além de Portugal, que forneçam tropas, acrescentou.

Borrell havia dito anteriormente que 200-300 homens poderiam ser enviados até o final do ano.

Portugal enviou 60 soldados para a sua ex-colônia de Moçambique, neste mês, para começar a treinar soldados para conter a insurgência, compartilhar inteligência e usar drones para rastrear os movimentos dos militantes.

O ministro da Defesa de Portugal, João Cravinho, disse que sete a oito outros países expressaram vontade de enviar tropas, mas se recusou a identificá-los. Portugal seria o principal participante da missão, disse.

Cravinho esperava que as tropas da UE restantes fossem despachadas dentro de três a quatro meses, ou se calhar antes.

Deslocados de Cabo Delgado em Nampula
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:13 0:00

Moçambique tem lutado contra uma insurgência na província de Cabo Delgado, no extremo norte, desde 2017 e a violência cresceu significativamente no ano passado.

Em três anos, mais de 2.000 pessoas foram mortas, 800 mil fugiram para zonas consideradas seguras e muitas infraestruturas foram destruídas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG