Links de Acesso

Insurgência em Cabo Delgado na agenda de Macron de visita à Africa do Sul


Emmanuel Macron, Presidente francês

O Presidente da França, Emmanuel Macron, encontra-se na África do Sul, nesta sexta-feira, 28, para uma visita oficial, durante a qual poderá ser abordada a insurgência em Cabo Delgado.

A agência Reuters reporta que Macron foi recebido com honras militares, na Union Building, a sede do Governo sul-africano, em Pretória.

Depois da cerimónia, Macron e o seu homólogo sul africano, Cyril Ramaphosa, irão reunir-se, tendo como prováveis temas a Covid-19 e crises regionais, incluindo a insurgência em Cabo Delgado, no norte de Moçambique.

A França tem interesses industriais na região e, recentemente, por causa da insurgência a sua gigante petrolifera Total interrompeu os seus trabalhos de exploração de Gás, em Cabo Delgado.

No capítulo da Covid-19, tal como a França e Estados Unidos, a África do Sul apoia a suspensão temporária de patentes de vacinas contra o novo coronavírus.

Com Ramaphosa, Macron poderá abordar a recuperação económica pós-pandemia.

África do Sul, principal potencia económica regional, é no continente o país que mais casos de Covid-19 registou: 1.6 milhões de infectados e 55 mil mortes.

Com cerca de 60 milhões de habitantes, o país, segundo a Reuters, teve uma campanha de vacinação com início lento, e até o momento foram inoculadas pelo menos 700 mil pessoas, a maioria trabalhadores de saúde e idosos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG