Links de Acesso

Incêndio no parlamento sul-africano destruiu parte do edifício


Parlamento sul-africano na Cidade do Cabo em chamas. Jan. 2, 2022.

Um incêndio no parlamento sul-africano causou grandes danos neste domingo, derrubando o telhado e destruindo um andar inteiro do edifício. Os bombeiros conseguiram conter parcialmente as chamas depois de várias horas no local.

A Ministra de Obras Públicas e Infraestrutura, Patricia De Lille, disse a repórteres que não houve relatos de feridos. A causa do incêndio ainda não é conhecida.

O Presidente Cyril Ramaphosa disse aos repórteres, após avaliar alguns dos danos, que o trabalho do parlamento continuará. Sem dar detalhes, o Presidente sul-africano disse acreditar "que alguém está detido neste momento e está a ser questionado".

Fumo surge no Parlamento, por trás da Catedral de São George, Cidade do Cabo, África do Sul, Jan. 2, 2022.
Fumo surge no Parlamento, por trás da Catedral de São George, Cidade do Cabo, África do Sul, Jan. 2, 2022.

O complexo parlamentar, parte dos qual remonta a 1884, é composto por um conjunto de edifícios. A Assembleia Nacional, ou Câmara Baixa do Parlamento, que está situada no que é conhecido como a Nova Ala.

A câmara alta, ou Conselho Nacional de Províncias (NCOP), está localizada no que é chamado de Ala Antiga ou Assembleia Antiga, que também é usada para reuniões de comités.

"O fogo foi contido na Ala Antiga. Os bombeiros estão neste momento a tentar controlar o incêndio na Ala Nova, onde o incêndio afectou a Câmara da Assembleia Nacional", disse o parlamento em comunicado.

Jean-Pierre Smith, membro do comité do presidente da Câmara da Cidade do Cabo responsável por segurança e protecção, disse que o telhado do antigo prédio desabou e acrescentou que o fogo destruiu o terceiro andar do prédio, incluindo escritórios e o ginásio.

Ele também disse aos repórteres que o alarme de incêndio do parlamento só tocou quando os bombeiros já estavam no local.

O incêndio, que começou pouco antes das 6 da manhã, foi o segundo incêndio no complexo do parlamento em menos de um ano. Em Março, houve um incêndio causado por uma falha eléctrica.

A presidente da Assembleia Nacional, Nosiviwe Mapisa-Nqakula, disse aos repórteres que o discurso do estado de Ramaphosa numa sessão conjunta do parlamento ocorreria conforme planeado em 10 de Fevereiro, mas um local alternativo terá de ser usado.

"É triste que isso tenha acontecido porque de facto o parlamento é um ponto chave nacional e este é um lugar apropriado de onde o Presidente deve se dirigir à nação", disse Mapisa-Nqakula.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG