Links de Acesso

HRW pede investigação independente a violações de direitos humanos no Sudão


Acordo para criação de um Governo civil deve ser assinado hoje

A organização de defesa de direitos humanos Human Rights Watch (HRW) pediu nesta terça-feiro aos líderes do Sudão que facilitem uma investigação internacional "eficiente" dos "assassínios e abusos" contra os manifestantes no país desde Dezembro de 2018, quando eclodiu o movimento que derrubou o antigo Presidente Omar al-Bashir.

A directora-adjunta da organização para África, Jehanne Henry, disse que "com centenas de assassinatos e muitos mais feridos, o povo sudanês tem o poder de exigir respostas e justiça".

Por seu lado, especialistas das Nações Unidas também desafiaram os líderes do Sudão a acabar com o seu horrível legado de violência e a respeitar os direitos se quiserem cosntruir uma sociedade pacífica e estável.

A assinatura formal do acordo para a criação de um Governo civil entre o Conselho Militar de Transição e a Aliança das Forças para a Mudança, na oposição, está prevista para acontecer ainda hoje, depois de as partes terem chegado a um consenso na sexta-feira, 5.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG