Links de Acesso

Há falta de tudo em Kitalabanza, dizem moradores


Regedoria Kitalabanza

Cidade dista 300 quiómentros de Malanje

A regedoria Kitalabanza é uma pequena localidade do município de Massango, a nordeste da província angolana de Malanje com 800 habitantes.

Apesar de pequena em tamanho e densidade populacional, os moradores reclamam de tudo: alimentos, água potável, escolas, vias de acesso e registo de nascimento, entre vários outros problemas.

Há falta de tudo em Kitalabanza, dizem moradores - 2:19
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:19 0:00

O posto de saúde público está aberto para curativos de pequenas escoriações a cargo da auxiliar de limpeza, Rosalina Baptista Massuquina.

O único enfermeiro está acamado há já algum tempo fora da aldeia.

“Eu trabalho aqui no hospital como auxiliar, estou sozinha, posso fazer curativo. O enfermeiro tinha ido à província (do Uíge) fazer provas, teve um acidente e está hospitalizado”, justificou Massuquina.

Regedor Banza
Regedor Banza

O município do Puri, na província do Uíge, 30 quilómetros da regedoria é o “tubo de escape” da unidade sanitária.

“Vivemos mal aqui, nós dependemos do Uíge, há que atravessar o rio para ir comprar tudo”, lamenta Rosalina Baptista Massuquina.

Os aldeões querem abandonar a região por falta de apoio do Governo provincial de Malanje e da sua representação no município de Massango.

O regedor afirma que as autoridades de Malanje estão distantes da população e nada fazem para o reconhecimento dos certificados de habilitações dos alunos que estudam no Puri.

O administrador-adjunto de Massango, Paulo Quissaqui, revela que os planos da administração local “constam a implantação na região dos serviços sociais básicos”.

A regedoria Kitalabanza dista 120 quilómetros da sede municipal Massango e cerca de 300 da capital provincial Malanje.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG