Links de Acesso

Guiné-Bissau: Sindicatos de professores anunciam nova greve para quinta-feira


Cidade de Bissau

Os três sindicatos de professores da Guiné-Bissau entregaram, nesta segunda-feira, 11, um pré-aviso de uma nova greve a partir de quinta-feira e término a 7 de março, três dias antes das eleições legislativas.

Guiné-Bissau: Sindicatos de professores anunciam nova greve para quinta-feira
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:49 0:00

A decisão surge depois de estudantes terem bloqueado, na quinta e sexta-feiras da semana passada, as principais vias de Bissau, com barricadas e queima de pneus, em protesto frente à eventualidade de uma nova greve de professores.

Os três sindicados - SINAPROF, SINDEPROF e SIESE - congregados numa comissão de greve ignoraram a convocatória do Executivo para uma reunião na manhã de hoje, com o argumento de não terem recebido, nas suas contas bancárias, os dois meses de salários, anunciados, pelo Governo, na última sexta-feira.

Bungoma Duarte Sanhá, da comissão negocial dos três sindicatos revelou que um dos pontos que consta do pré-aviso de greve tem a ver com a implementação do Estatuto de Carreira Docente.

“O primeiro ponto que trata do problema ligado à publicação e implementação efectiva do Estatuto de Carreira Docente, aprovado já há muito tempo”, advertiu Sanhá.

Do outro lado, o chefe do governo, Aristides Gomes, promete pagar o que for possível.

“Nós vamos analisar a situação, analisar as reivindicações e evidentemente vamos pagar aquilo que nós podemos pagar”, disse Gomes, reiterando que a população deve dizer “basta porque ninguém tem o direito de destruir este país”.

Depois de quase três meses de greve, os professores regressaram às aulas no fim de Dezembro e, em Janeiro, chegaram a um acordo com o Governo, que agora dizem não ter cumprido.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG