Links de Acesso

Guiné-Bissau quer reforçar a prevenção e tratamento de VIH


Medicamentos de tratamento de VIH/SIDA

As mulheres, jovens e grávidas do grupo etário entre os 19 e 49 anos são os mais afetados pelo HIV, o virus que causa a Sida, na Guiné-Bissau.

As autoridades dizem que, no país de cerca de dois milhões de habitantes, a taxa de seroprevalência é estimada em 5,3%, equivalente a 44 mil pessoas. É das mais altas da África occidental.

Para contrariar esta tendência, a Secretária Executiva do Secretariado Nacional de Luta Contra Sida, Fatumata Djaló aponta a prevenção como chave.

“O nosso foco será realmente a prevenção. É que, na nossa opinião, a prevenção foi deixada de lado nos últimos tempos,” disse Djaló.

No país, apenas 15.500 pessoas estão em tratamento antirretroviral, medicamentos que, segundo a instituição de luta contra VIH/SIDA, estão garantidos até o final deste ano.

Muitos ativistas de luta contra o VIH continuam a dizer que o Estado guineense pouco tem feito, relegando esse papel às organizações internacionais.

Acompanhe:

Guiné-Bissau quer reforçar a prevenção e tratamento de VIH
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:41 0:00


Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG