Links de Acesso

Guiné-Bissau: Primeiro-ministro acusado de participar na exploração ilegal de madeira 


Nuno Gomes Nabiam, primeiro-ministro da Guiné-Bissau

O gabinete de comunicação de Nabiam confirmou à VOA ter conhecimento da acusação, mas remeteu para outra altura uma eventual reação

Nuno Gomes Nabiam, primeiro-ministro da Guiné-Bissau, deve responder a uma acusação de corte ilegal de árvores, num processo que envolve outros dirigentes e uma empresa chinesa, noticiou o jornal Capital News.

O gabinete de comunicação de Nabiam confirmou à VOA ter conhecimento da acusação, mas remeteu para outra altura uma eventual reação.

Guiné-Bissau: Primeiro-ministro acusado de participar na exploração ilegal de madeira
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:31 0:00

O mesmo jornal escreve que Botche Candé, ministro do Interior, é também citado num documento sobre o assunto, que foi entregue pela Polícia Judiciária (PJ) ao Gabinete de Luta contra Corrupção e Delitos Económicos do Ministério Público.

Por gozar de imunidade, Nabiam não pode ser ouvido pela PJ, mas por um magistrado, por sinal um Procurador da República, o que, na leitura do jurista Fodé Mané, é a norma aplicável.

“Em certos casos podia ser por escrito, já que não se trata de flagrante delito”, disse Mané.

Mas Victor Manuel Fernandes, outro jurista, opina que Nabiam deveria demitir-se de imediato para que “a justiça possa funcionar”.

Quanto ao impacto politico da acusação, o analista Rui Jorge Semedo disse que se for comprovado que Nabiam está envolvido na exploração ilegal de madeira, o ideal é “o seu afastamento e consequentemente uma grande lição para outras pessoas que estão no poder”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG