Links de Acesso

Guiné-Bissau: Campanha da castanha de caju "correu mal e vai provocar fome no país”, diz líder de agricultores


Os agricultores da Guiné-Bissau dizem que o resultado negativo da campanha da comercialização da castanha de caju deste ano terá impacto será devastador no sector.

“A campanha de comercialização da castanha de caju correu mal e vai provocar fome no país, diz o presidente da Associação Nacional dos Agricultores da Guiné-Bissau (ANAG), Jaime Boles Gomes. “O mais perigoso ainda, a campanha agrícola deste ano está ameaçada”.

Tendo em conta que, “é com o dinheiro obtido na campanha de castanha de caju que financiamos a campanha agrícola, como é que os produtores vão conseguir praticar uma boa campanha agrícola?” questiona Gomes.

A redução preocupa o presidente da Associação Nacional de Importadores e Exportadores da Guiné-Bissau, Amadu Yero Djamanca. “Mas não é nada estranho para os que estão, há tempo, nesta andança".

"Se conseguirmos exportar, este ano, até 150 mil toneladas será muito bom, por razões de ordem circunstancial”, diz.

Acompanhe:

Guiné-Bissau: “A Campanha de Comercialização da Castanha de Caju correu mal e vai provocar fome no país”, diz líder de agricultores
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:01 0:00


Acompanhe:

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG