Links de Acesso

Guerra em Cabo Delgado vai agravar situação de fome, avisa ONG internacional


Moçambique, campo de deslocados 25 Junho, Metuge, Cabo Delgado

A situação de guerra na província moçambicana de Cabo Delgado deverá aumentar até Maio deste ano o número de deslocados internos e colocar a zona numa situação de crise alimentar, disse a Rede de Sistemas de Aviso de Fome (FEWS NET na sigla inglesa).

A organização disse por outro lado que a situação de seca nas zonas do Sul e centro de Moçambique constitui também uma crise alimentar mas acrescentou que “é de esperar que ajuda alimentar humanitária sirva para mitigar as consequências mais graves”

A organização disse que em Novembro o Programa Alimentar Mundial forneceu ajuda alimentar a mais de 630.000 pessoas através de Moçambique o que, segundo disse, é apenas 29% das suas estimativas de necessitados.

O conflicto em Cabo Delgado “está a forçar milhares de pessoas a fugirem e a perderem acesso a fontes típicas de alimentação e rendimento”, diz o relatório que acrescenta que as estimativas são que no minimo 355.000 pessoas e possivelmente mais de 560.000 estão agora deslocadas sem poderem dedicar –se à agricultura ou actividades de rendimento.

“Uma colheita mais fraca em Abril/Maio de 2021 vai aumentar a dependência em ajuda alimentar humanitária”, avisou esta organização.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG