Links de Acesso

Grupo mata sete pessoas e queima 164 casas em Moçambique


Ataque aconteceu no início da madrugada na aldeia de Naunde, na província de Cabo Delgado

Um grupo que testemunhas apelidam de Al-Shabab – ligados ou em referência ao grupo radical baseado na Somália – matou, pelo menos, sete pessoas e queimou cerca de 164 casas e quatro viaturas na aldeia de Naunde, no distrito de Macomia, na província moçambicana de Cabo Delgado.​

O ataque aconteceu no início da madrugada desta terça-feira, 5.

Os atacantes colocaram fogo também no Centro de Saúde e se apoderam de medicamentos, disseram à VOA fontes no local que pediram o anonimato.

Há moçambicanos envolvidos na "desestabilização" da RDC e Tanzânia

O porta-voz da Polícia da República de Moçambique, Inácio Dina, confirmou o número de mortos e de casa destruídas e disse que o ataque foi feito por seis indivíduos que "estão a ser perseguidos pela polícia".

Dina revelou ainda que as vítimas foram mortas à catanada.

Fontes no local acrescentaram que a situação na zona costeira é “grave”.

Moçambique entrou no mapa de ameaças jihadistas após ataque em Mocímboa da Praia
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:53 0:00

Clima de terror em Palma após a decapitação de 10 pessoas

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG